Aproveite e VOTE! VOTE! VOTE!

20 08 2008

Aproveitando o assunto “Mostre sua casa“, acessem as fotos da RAPÊ no site Casa.com.br e dêem sua nota, façam seus comentários.

Sala de jantar:
http://casa.abril.com.br/decorar/mostresuacasa/exibir.php?id=4564

Sala de TV:
http://casa.abril.com.br/decorar/mostresuacasa/exibir.php?id=4563

Obrigado pessoal.





RAPÊ: não sou eu quem está dizendo…

20 08 2008

Há uma seção no site Casa.com.br site chamada “Mostre sua casa” onde os usuários do site se cadastram e postam fotos de ambientes decorados de vossos lares. E como resultado da RAPÊ, resolvi postar as fotos das duas salas do apê: TV e jantar.

No “Mostre sua casa”, o usuário pode dar uma nota de 0 a 10 em cada foto, através de um sistema de navegação de fotos. Além disso, é permitido comentar foto por foto. E o pessoal lá manda ver, não poupa nas críticas, mas sempre rolam dicas legais além de vários elogios, claro.

Mas o curioso foi que hoje eu recebi um email do site Casa.com.br. Na verdade um comunicado, muito legal por sinal.

Nele dizia que a foto sala de jantar do apê foi escolhida dentre todas do site, para participar de uma matéria e ser comentada por uma arquiteta de renome chamada Jóia Bérgamo. Me entusiasmei e fui conferir.

Para a matéria, foram escolhidas 20 fotos. Em seu comentários, individualmente por foto, Jóia procura passar aos leitores valiosas dicas e sugere pequenas mudanças, com o provável intuito adequar cada ambiente às tendências atuais.

Parabéns pela escolha de tons. Está calmo e suave, muito agradável. Coloque dois xales com pouco pano nas janelas, bem retos, como duas tiras em tons prata envelhecida ou fendi. Aumente a moldura do quadro, coloque também no tom prata velha. Parabéns.

O comentário dado por ela para a foto da RAPÊ foi muito lisonjeiro, afinal de contas, foram poucos os parabéns.

Confira neste link o caminho para a matéria completa:
http://casa.abril.com.br/materias/salas/mt_295806.shtml?id=img7





Guia de Serviços – Viver Bem

23 06 2008

O site da revista Viver Bem possui um guia de serviços muito interessante!

Uma série de profissionais e empresas de diversos segmentos, dispostos a deixar sua casa, seu estabecimento, sua reforma, do jeito que você quiser.

http://www.viverbemonline.com.br/servicos/

Vale apena conferir!






Resumo da RAPÊ – até etapa 9

7 05 2008

Finalmente a RAPÊ está chegando ao fim. Acabou o pó, acabou a bagunça, acabou a sujeira. Daqui pra frente serão móveis, e apenas os detalhes na decoração.

Então, para que possam ter uma idéia de como o apê ficou semi-pronto, resolvi postar aqui umas fotos um pouco mais decentes, que é como ele está HOJE.


Sala de jantar, agora organizada e com a mesa no lugar.

Sala de jantar, detalhe para a mesa de jantar.

Sala de TV vista da sala de jantar, detalhe para o sofá.

Sala de TV, onde ainda está com estante antiga, que será trocada por um rack.

Quarto do casal, onde à direita ficará o armário embutido.

Outro detalhe para o quarto do casal, com pendentes acesos.

 





RAPÊ – Etapa 9 – Piso dos quartos

6 05 2008

Para substituir o carpete de tecido que antes havia nos 2 quartos, foi escolhido um piso do tipo “carpete de madeira”, da marca Interlínea, linha Eco, na nova cor carvalho sevilha.

O piso possui tom rústico, e sua colocação foi feita em cerca de 3 horas (aprox. 20m2). Foi colocado sob uma manta, e este sistema não vai cola como na maioria dos carpetes de madeira. Tal sistema é chamado de “sistema click”.

Adquirido no sábadado dia 26 de abril, foi colocado no sábado dia 3 de maio, ao custo de cerca de R$ 55 o m2, com um pequeno acréscimo por conta da opção pelo rodapé branco de 12cm de altura.

Abaixo nas fotos pode ser conferido o antes

E O DEPOIS:

Fotos do escritório:

 

Fotos do quarto do casal:




RAPÊ – Etapa 8 – Pintura e acabamento (final)

6 05 2008

Pois é, a etapa 8 da RAPÊ chegou ao fim. O apê está pintado, porém ainda bagunçado.

O fato da ainda existir a etapa 9, que é a colocação do assoalho de madeira nos dois quartos, fez com que todos os objetos, móveis e utensílios que antes estavam nos quartos, fossem levados para a sala.

Assim, o carpete dos quartos pôde ser arrancado, ficando assim apenas no contra-piso.

Para ilustrar como ficou o apartamento após a pintura, eis algumas fotos:

Todas as portas, batentes, guarnições e rodapés foram pintados de branco. Uma mistura de tom acetinado e alto-brilho, o que proporcionou uma textura macia, muito homogênea, e que lembra muito a laca.O quadro de luz também foi pintado com a mesma tinta.

As fechaduras e maçanetas são Pado, todas no mesmo modelo, prata fosco. O contraste ficou excelente.

Detalhe para o rodapé, os sokalos, e a porta camarão com 5 vidrinhos jateados.O branco das madeiras e dos espelhinhos de luz constratou muito bem com a cor gelo acetinado, usada nas paredes.
A sala de jantar ficou com esta parede na cor vermelha.O controle de iluminação é o seguinte: 2 interruptores independentes onde, um deles acende as 3 lâmpadas centrais, que são do tipo PAR 20 dimerizadas, e o outro interruptor acende as outras 5 laterais, que são do tipo mini-dicróicas 35W não dimerizadas. 
Detalhe para a iluminação da sala de TV: 4 lampadas do tipo PAR 20 50W não dimerizadas, com controle independente.O “buraco” à direita que pode ser visto, é para colocação da caixa de som do tipo arandela, da Selenium.
As duas lâmpadas à direita são do tipo mini-dicróicas, também com controle separado, e não dimerizadas. Ficarão em cima do local onde ficará a TV.
Nesta foto é possivel ver melhor a sala de TV e o corredor de entrada ao fundo.No corredor, um interruptor paralelo próximo à porta da cozinha, e na entrada da sala, acionam 3 lâmpadas do tipo mini-dicróica de 35w.

Na sala de TV, as 3 lâmpadas do lado esquedo são do tipo mini-dicróicas dimerizadas.

No quarto foi feita uma parede pintada de verde, na posição da cabeceira da cama.Foram instalados 2 pendentes, com controles individuais um de cada lado, dimerizados.

Detalhe para as caixas de som ambiente, que são interligadas com as da sala, mas que podem ser controladas pela TV do também quando for necessário.

No espelho da esquerda há 2 interruptores sendo: 1 controle para a iluminação central do quarto, que são 2 lâmpadas PAR 20 de 50w e 2 lâmpadas do tipo AR 70 também de 50w (4 lâmpadas no total). Outro interruptor dimmer para o pendente da esquerda.No espelho da direita, também há o dimmer para o pendente da direita, além de um interruptor para acionar 3 lâmpadas do tipo mini-dicróica não dimerizado direcionado para o guarda-roupas.
Detalhe para a iluminação do guarda-roupas.
Teto do banheiro pintado, com plafon e arandela instalados.




RAPÊ – Etapas 6 e 7 – Madeiramento

9 04 2008

Nas etapas 6 e 7 estava prevista a troca de todas as portas, guarnições, e colocação de rodapé na área da sala e corredores. Nos quartos não serão colocados os mesmos rodapés, pois a previsão é que seja assentado piso de madeira do tipo assoalho, que já acompanha um rodapé específico para a quele tipo de piso.

Então tais etapas foram realizadas de forma bem rápida, ou seja, pesquisa e compra dos materiais, e contratação da mão de obra que em um único dia fez todo o serviço.

Como a etapa 8 (pintura) já iniciou na quarta-feira passada, dia 2 de abril, foi necessário encaixar em um dos dias seguintes o dia necessário para a realização destas duas etapas.

Então o cronograma seguido foi:

Sexta, 28 de março: compra dos rodapés de MDF na Rua Paes Leme, em Pinheiros.
Assim como na Rua do Gasômetro, a Paes Leme, que fica na região do Largo da Batata em Pinheiros, é também um ponto de referência para comércio de ferragens e madeira. Foi lá que foi encontrado o melhor custo/benefício para o rodapé de MDF que foi adquirido, de 15cm de altura. Também foram adquiridos sócolos (sócolo é um acabento dado entre o rodapé e a guarnição). O gasto com 22m linear de rodapé e sócolo foi de R$ 370. A loja escolhida foi a JSA Ferragens. Procurem pelo Emerson, e ele terá o enorme prazer em atende-los: www.jsamadeiras.com.br (acessem e conheçam as partes que compõem uma moldura de portas, janelas, guarnições e rodapés).

Sábado, 29 de março: compra das portas na Rua do Gasômetro.
Uma dica importante sobre as portas é que existem portas sólidas (maciças) e portas ocas (sarrafiadas). As portas ocas também são chamadas de encabeçadas, por possuir uma ripa mais larga nas laterais, o que dá sustentação e mais firmeza na porta na hora de assentá-la. Outra dica é sobre os tamanhos, que geralmente são padrão de 62, 72 e 82 centímetros. Uma coisa importante para saber e tomar cuidado é que, no gasômetro a concorrência é grande. Então vale muito a pena você ir para lá com tempo e calma, para poder analisar cuidadosamente cada proposta, cada material que lhe está sendo oferecido, para que assim você não compre “gato por lebre”. Gastos totais com as folhas de portas e guarnições: R$ 700,00, na Aeroportas.

Sábado, 5 de abril: compra das ferragens (dobradiças e fechaduras) na Telhanorte.
O modelo escolhido para todas as portas foi o Van Gogh, da Pado (http://www.pado.com.br:1936/website/detalhes-produtos.jsp?cat=4&sub=14&pro=1). Para as portas internas o modelo é aquele sepadado (um acabamento redondinho para a fechadura, e outro para a maçaneta). Já para a porta de entrada, para dar maior robustêz, o modelo é o com espelho. As dobradiças são da Papaiz. O gasto deste material foi de R$ 370, na Telhanorte de Guarulhos (Dutra). Procurem lá pelo vendedor Valdinei, ou pelo gerente Cícero.

Segunda, 7 de abril: assentamento e troca do madeiramento.
Antes do profissional comparecer em casa para realização do serviço, todas as portas, componentes das fechaduras, dobradiças, e guarnições antigas foram retiradas e o local foi liberado para os novos materiais. Em apenas um único dia o grande Deusdete (carpinteiro experiente e especialista na troca de portas, telhados e rodapés) assentou tudo com uma perfeição incrível. Foram 3 portas internas, 1 porta camarão, 22m de rodapé mais 10 sócolos, 6 jogos de guarnições, mais a porta de entrada. Os rodapés foram assentados com cola especial e pregos de aço. Mas também podem ser assentados com bucha e parafuso. O custo da mão de obra total foi de R$ 320. Quem estiver precisando de serviço de carpintaria, entre em contato que eu passo os dados do Deusdete, que está de parabéns.

Abaixo podem ser conferidas as fotos esta etapa, o que na visão geral do imóvel já deu uma melhorada e tanto no aspecto.

FOTOS do ANTES e da PREPARAÇÃO


FOTOS do RESULTADO FINAL – PORTAS

FOTOS do RESULTADO FINAL – RODAPÉ e SÓCOLO


As madeiras serão pintadas de branco, então daqui para frente o apartamento está entregue ao Luizão, o pintor.





RAPÊ – Etapa 5 – Colocação do piso na sala

8 04 2008

A etapa 5 da reforma do apartamento (RAPÊ) é a etapa onde o carpete que antes havia na sala é arrancado, o contra-piso é tratado, e o novo piso é assentado.

O piso escolhido é um porcelanato da marca espanhola Pamesa. As lajotas são de 50x50cm, cor bege claro texturizado de mármore bem levinho. O rejunte utilizado foi o SP-50 da marca Eliane, na cor marfim. Para assentar 22m2 aproximadamente de piso, um pote de 2kg do rejunte não deu, e tive que comprar mais tarde mais um pote de 1kg, que acabou sobrando um pouco.

Para a execução desta etapa eu mesmo tive que retirar o carpete que antes havia na sala, mantendo por enquanto o mesmo carpete apenas nos 2 quartos para futura troca. Tal retirada do carpete foi bastante penosa, pois o carpete de tecido é assentado com um manta, e ambos são pregados na beirada de todas as paredes com prego de aço em uma “madeirite” presa ao chão, também por pregos. Depois um barbante é também pregado para dar acabamento e sustentação ao carpete. Tudo isso foi arrancado.

O resultado do contrapiso pode ser visto nas imagens abaixo:

Fotos 1, 2, 3 e 4: Detalhes do contrapiso. Na foto 4 o pedreiro Bia já havia cortado no piso o espaço destinado apra as soleiras dos quartos.

O prazo para o assentamento do piso e rejuntamento na área foi de 2 dias. Foi realizado bem rápido.

O custo dos pisos foi de R$ 1200 e a mão de obra foi R$ 440 para o pedreiro mais um ajudante.

O resultado pode ser observado nas fotos abaixo:

Fotos 1 e 2: resultado do primeiro dia de trabalho. Ficou faltando assentar mais uma parte dos pisos, soleiras, e ainda o rejunte.

 
 

Foto 3, 4, 5 e 6: Resultado final obtido depois do segundo dia.





RAPÊ – Etapa 3 – Reforma elétrica

8 04 2008

A reforma elétrica que foi feita no apartamento previu basicamente a instalação de pontos adicionais, pontos paralelos, e preparação para integração de home-theater com som ambiente no quarto do casal e na sala.

Para isso, um projeto inicial foi feito para se ter idéia dos pontos que deveriam ter sido criados e alterados. Abaixo está o projeto inicial, o qual na verdade passou por algumas adaptações até chegar no resultado final.

Projeto inicial de reforma elétrica

No projeto inicial estava prevista a instalação de ventiladores de teto no quarto do casal e na sala, no entanto, por se tratar de gesso no teto, e considerando assim o rebaixo de pelo menos 15cm deste mesmo, foi abortada a idéia de se instalar os ventiladores.

Outra coisa que foi modificada no projeto inicial foi a opção de pontos de iluminação. Ao invés de se utilizar um lustre ou ponto central, foi privilegiado o uso de apenas spots no teto, com o aumento dos controles nas paredes de forma que se pudesse criar diversos ambientes de iluminação.

Em posts seguintes será apresentado o projeto do gesso e sanca, onde será possível verificar os pontos que foram criados realmente.

De maneira resumida, a etapa da reforma elétrica queria, com todas estas modificações elétricas, o seguinte:

1. Criar ponto de TV no quarto do casal, com antena e preparação de som integrada com a sala na parede oposta da cama, inclusive com instalação de caixas de som do tipo “arandela” no teto, na região da cabeceira da cama.
2. Criar pontos paralelos na cabeceira da cama, de modo que se pudesse acender e pagar luzes sem ter que levantar.
3. Instalação de pendentes dimerizáveis na cabeceira da cama controlados pelos paralelos que foram instalados, de modo a criar iluminação individualizada.
4. Instalação de 3 pontos de iluminação do tipo mini-dicróica com controle independente direcionado para o guarda-roupas.
5. Distribuição da iluminação principal com o uso de 4 pontos de luz, sem ponto de iluminação em cima da cama mas apenas na região de corredores.
6. Criação de ponto de iluminação no hall dos quartos.
7. Instalação de ponto de TV, telefone, e home-theater integrado com o quarto na sala maior, que será a de TV.
8. Instalação de 2 caixas de som do tipo arandela, embutidas no teto em cima da região do sofá.
9. Criação de 3 pontos de iluminação para a sala de TV, sendo um ponto em cima do local da TV, 1 ponto dimerizável em cima do local do sofá, e 1 ponto central.
10. Criação de 2 pontos de iluminação para a sala de jantar, que agora fica próximo à sacada, sendo 1 ponto distribuido nas laterais utilizando-se de spots direcionáveis, e 1 ponto dimerizável na região central da sala (posicionado em cima da mesa de jantar).
11. Divisão do ponto de iluminação do corredor de entrada em 3 spots, com criação de ponto paralelo na sala de TV.
12. Instalação de caixa 4×4 para controle independente para a sala de jantar, controlando os 2 pontosd a sala mais a iluminação da sacada.
13. Instalação de caixa 4×4 para controle paralelo da iluminação central da sala de TV e para controle dos outros 2 pontos de iluminação (spots) desta sala.
14. Correção de problema de iluminação no banheiro de empregada, que antes a luz era ligada em conjunto com a luz da área de serviço. Hoje o interruptor do banheiro controla a luz deste banheiro de maneira independente.
15. Instalação de ponto de 220v para aquecedor elétrico na pia do banheiro social.

Para a realização desta etapa foram contradadas a mão de obra de pedreiro e eletricista.

O eletricista foi consultado para dizer o melhor caminho para os conduites serem instalados e para quantificar o material a ser comprado. Assim, com o projeto em mãos, a parede foi riscada para demarcação das novas caixas, pontos e passagem dos conduites.

O material foi comprado e o pedreiro pôde iniciar sua atividade.

Foram realizados diversos rasgos na parede, nos locais onde seriam instalados os pontos, e os conduites foram direcionados para o teto. No teto não foi feito nenhum rasgo, até porque isso não é indicado por se tratar de laje. E como o teto seria depois recoberto com o rebaixo do gesso, então os conduites ficaram expostos e presos por abraçadeiras.

O pedreiro instalou as caixas 4×2, 4×4, conduites e abraçadeiras. Depois chumbou os rasgos e deu acabamento com massa corrida. Veja nas fotos abaixo como ficou a instalação.

Fotos 1 e 2:  Pontos centrais na sala de TV e jantar.

Fotos 3 e 4: Caixas adicionais nas duas salas, com destaque para a iluminação criada no hall dos quartos.

Foto 5: Ponto novo para TV e home-theater centralizado, e centro da sala de TV.

 
 

Fotos 6, 7, 8 e 9: Instalações novas no quarto, com destaque para os parelelos na cabeceira da cama, e da preparação para a TV.

Por último, o eletricista compareceu até a obra para fazer a passagem dos fios e cabos para eletricidade, telefone, antena, audio e video.

Os cabos de som foram passados em conduites distintos daqueles que foram passados os fios para eletricidade. Isso é feito para que não haja interferência e assim não se corre o risco de perda de qualidade. O mesmo foi feito pelos cabos de antena e telefone, que também foram passados por conduítes em separado.

Abaixo são apresentadas algumas fotos da etapa 3 concluida:

Etapa 3: realizada entre a segunda metade de fevereiro e o dia 10 de março de 2008.
Gastos: R$ 2000 aproximadamente, entre material e mão de obra especializada.